0

Rodapés - Para proteger e decorar

Elyzia Rodrigues | 2.5.17 | | | | | |
Algumas pessoas não sabem do que se trata, outras não o percebem no ambiente, mas isso não diminui a sua importância.

Foto: Fatto Arquitetura

O rodapé é um complemento necessário e fundamental para dar acabamento entre o piso e a parede, é o elemento linear que tem como função encobrir as diferenças de nivelamento entre eles.  Ele protege a parede do desgaste, além de funcionar como um importante elemento decorativo.

Podemos encontrar no mercado rodapés de diferentes alturas e materiais, como cada ambiente possui uma particularidade de revestimentos e dimensões eles devem ser escolhidos considerando as características do espaço ou projeto.

Os rodapés podem tanto acompanhar o mesmo padrão do piso, como terem uma conversa direta com as guarnições das esquadrias, portas e janelas, oi ainda com outros elementos.

Podemos encontrar rodapés de madeira, granito, mármore, gesso, poliestireno, laminado de madeira, MDF. Eles podem ser lisos, com friso, com borda boleada ou borda reta.

Foto: Decors

A altura dos rodapés também é variável, podendo ser encontrado com altura entre 7,0cm (medida mais comum) até 20,0cm ou na altura que você desejar.

Rodapés de madeira são bastante duráveis, desde que não sejam aplicados em áreas molhadas.

Foto: Pinterest

Rodapés de MDF são bastante comuns, seu custo é menor, então sua obra fica mais acessível. Eles podem ser aplicados em diversos tipos de pisos ou paredes. O material não é resistente á umidade, mofam facilmente e perdem a durabilidade. O rodapé de MDF pode ser pintado ou texturizado.

Os rodapés em mármore e granito são perfeitos para áreas molhadas, como cozinhas, banheiros e saunas.

Foto: Dicas a mais

O rodapé de poliestireno é um material bastante versátil, por ser à prova d’água é utilizado tanto em áreas secas como em molhadas, não corre risco de pegar pragas como cupim nem mofo.

É um rodapé que pode ser confeccionado em diversos tamanhos e cores, é um rodapé feito para ser destaque na decoração, com cores bem distintas da parede e tamanhos significativos.

Foto: Zap Imóveis

Alguns revestimentos para pisos como cerâmicas, porcelanatos e laminados possuem rodapés com mesmo padrão de acabamentos. No caso de cerâmicas e porcelanatos, evita-se a necessidade de cortar o rodapé a partir da peça, criando assim um acabamento melhor e menos trabalho para assentar.

Atenção para uma regrinha básica: ambientes com pé-direito alto pedem rodapés mais altos, o mesmo valendo para pé-direito muito baixo. O importante é não inverter o uso.

Foto: Dicas da Arquitetura


O rodapé pode ser aplicado de três formas diferentes:

A forma mais comum é a colocação do rodapé diretamente sobre a parede, deixando um avanço em relação á ela entre 1,0cm e 2,0cm; embora proteja mais se compararmos ás outras formas de aplicação, o avanço criado deve ser limpo com frequência pois acumula muita poeira.

Foto: Mármores & Granitos

A segunda forma é a embutida nivelada com a parede, a superfície do rodapé fica no mesmo plano da superfície da parede, a desvantagem é que os móveis ficam mais próximos da parede podendo arranhar o acabamento.

Foto: Arte Porcelanato

A terceira forma de aplicação do rodapé é a embutida com recuo ou negativa, feita em muitos casos com um perfil “L” de alumínio entre 2,0cm e 5cm.

A proteção da parede desse tipo de rodapé é menor se comparada á proteção dada pelas outras formas de acabamento, quanto menor a altura do perfil mais próxima á parede fica do piso e mais exposta á impactos e sujeiras.


Foto: Total Ligth

Se fizer realmente questão desse tipo de aplicação, você pode utilizar um perfil de maior altura ou deixar para usá-lo em áreas que não sujem tanto.

Os rodapés podem ser usados tanto internamente como externamente, uma dica importante e escolher rodapés de materiais mais resistentes e duráveis para as áreas de fluxo mais intenso e mais sujeito á intempéries.

 Foto: Decor & Salteado

Já fez uso de algum sistema alternativo de construção? Conta para nós como foi.

Essas postagens podem ser interessantes para você:
Como escolher um ralo perfeito
Revestimento 3D - Quando parede vira um objeto de decoração
Você sabe diferenciar piso, carpete e laminado de madeira

Se quiser ser o primeiro a receber as postagens que a gente publica, cadastre o seu e-mail no botão “Acompanhe”.



Fonte:
Clique Arquitetura
Faz Fácil
ZapImóvies


Nenhum comentário:

Postar um comentário