1

Bancada - O diabo mora nos detalhes - Parte I

Elyzia Rodrigues | 30.9.14 | | | |
O provérbio: “O diabo mora nos detalhes”, tem sua razão de ser quando a gente faz uso de qualquer coisa que por um pequeno detalhe vira um grande incômodo...

Imagem diabo - Elyzia Rodrigues
Vejamos como exemplo o quanto um erro de construção de uma bancada de cozinha pode ser um vilão  para quem faz uso constante dela.

Imagine a seguinte situação, você resolveu comemorar seu aniversário com um jantar para os amigos, o jantar ficou delicioso, foi muito agradável e divertido...

Porém, depois que seus amigos vão pra casa, fica a cozinha para organizar, é hora de lavar os talheres, copos, pratos, bowls e todas as tigelas, tigelinhas e sousplats...

Se depois de lavar tudo isso você ficou com as costas em frangalhos...


Sua bancada pode ter problema, por um pequeno detalhe, ou pior, por vários detalhes.



DETALHES CONSTRUTIVOS

Uma bancada bem detalhada é fundamental para a construção de um elemento confortável E e adequado ao uso. 

Para isso ela deve ter altura compatível com o usuário, dimensões compatíveis com a área em que está instalada, uma boa drenagem, uma boa torneira e também um sóculo com recuo suficiente para uma boa acessibilidade.

Foto: Mobiliario de Cocina 

Todas essas dimensões serão variáveis de acordo com o usuário, assim, temos o desafio de detalhar esta bancada de forma adequada para que qualquer pessoa, independente de sua estatura, possa fazer uso dela sem incômodos.

Existe a possibilidade de ajuste mecânico da altura da bancada, mas isso não é comum, o custo é alto por não se tratar de um item fabricado em escala industrial.

Foto: El Mueble

Outro item importante o material em que ela será feita. 

Pode ser granito, mármore, aço inox, cimento, azulejo ou pastilhas e rochas industrializadas.

Veja essas dimensões:
  • Atura: a altura de uma bancada varia entre 85,0cm e 90,0cm
  • Largura: a largura de uma bancada varia entre 60,0cm e 65,0cm.
  • Comprimento: o comprimento é variável, deve ser compatível com a necessidade e o local a ser instalada.



Sóculo: há algumas referências que determinam sua altura entre 5,0cm a 7,0cm, mas eu particularmente coloco este valor com no mínimo 10,0cm, por considerar que é a altura mais confortável para o maior número de pessoas.

O recuo em relação á borda deve ser de no mínimo 5,0cm, tanto na frente como nas laterias.

Por vezes, prefiro deixar o armário com 15,0cm de altura do piso, eliminando o sóculo, mas protegendo o armário da umidade ou da água quando o piso for lavado.


Rodabancada: também chamado de frontão ou espelho tem a função de proteger o encontro entre a parede e a bancada das infiltrações, ela deve ter no mínimo 5,0cm de altura, mas pode ter alturas de até 15,0cm ou 20,0cm que tem sido muito utilizado atualmente.

Borda: a função desta borda é arrematar a frente da bancada, pode também ajudar a reter a água da pia durante o uso impedindo que ela respingue no chão. 

A borda pode ter diferentes acabamentos tais como reto, boleado simples, boleado duplo ou meia-esquadria. 

Seu acabamento normalmente é reto, mas também pode ter, tal como a borda, acabamento boleado simples ou duplo.

Foto: El Mueble

Cuba: são inúmeros os modelos de cubas para se instalar na bancada, a dica aqui é a seguinte, a escolha da cuba está diretamente ligada ao vão de encaixe que se faz na bancada para acomodá-la.


Fazer um corte na bancada incompatível com a cuba pode gerar problemas de infiltração de água para dentro do armário.

 Alguns fabricantes fornecem o manual de instalação. 

Torneiras e monocomandos: se a torneira de sua preferência for do modelo de mesa (instalação na bancada), você deve se lembrar de solicitar que se faça o vão para instalação da mesma na bancada.

Cooktoops, fogões, pias-fogões e outros acessórios: para a instalação destes equipamentos e acessórios na bancada vale o mesmo raciocínio, você precisa já ter em mãos a definição do modelo e do fabricante e as respectivas medidas para fazer o vão de encaixe sem o risco de erros.




Armários: a instalação do armário sob a bancada deve ser cuidadosa. 

O armário deve estar recuado a pelo menos 2,0cm em relação a borda da bancada, isso é fundamental para a proteção da madeira do armário.

Se decidir pela eliminação do sóculo, não se esqueça que o armário deve ser instalado á uma altura suficiente para permitir a limpeza sob ele, ou seja, entre 10,0cm e 15,0cm.

Este é o exemplo da famijerada bancada com vários erros de detalhamento e consequentemente muitos incômodos para quem faz uso dela.

acervo particular
Foto: Acervo particular

Veja que o sóculo e o armário são alinhados com a frente e a lateral da bancada, com isso o sóculo perde a sua principal função que é facilitar a proximidade e o uso confortável da bancada e o armário fica totalmente desprotegido da unidade. 


Foto: Delikatissen


Na próxima semana continuaremos nesse assunto. Aguardem!!


Fonte:

Um comentário: