0

Bancada - O diabo mora nos detalhes - Parte II

Elyzia Rodrigues | 15.10.14 | | | |
Quando pensamos em uma bancada podemos considerar vários materiais, a questão aqui é a seguinte: Com tantos materiais disponíveis como avaliar o mais adequado pra nós? E tem mais, ser adequado pode passar por vários aspectos como resistência, estética, preço, funcionalidade, etc.

Foto: Casa & Jardim

Quanto ao material a bancada pode ser de pedras naturais como mármore, granito, limestone; pedras industriais ou compostas, aço inox, madeira, cerâmica, concreto.

Cada um destes materiais possui características próprias quanto á dureza ou porosidade, capacidade de absorção de líquidos, resistência á abrasão, desgaste, risco, impacto e agentes químicos.

Então vamos lá...

PEDRAS NATURAIS

São normalmente as mais utilizadas nas bancadas e as com preço mais acessível. A faixa de preço das pedras naturais  gira em torno de R$200,00 a R$650,00.
     
O granito é uma rocha formada principalmente pelo quartzo, feldspato e mica.

Foto: Granito branco Cristal - Styllo Pedras

É um material duro, com baixa capacidade de absorção de líquidos e óleos, possui alta resistência á riscos, abrasão e desgastes. Sofre menos com a ação do tempo e á poluição.  

O granito é mais adequado para ser usado em áreas molhadas como cozinha e banheiros, já sua capacidade de absorção de líquidos e porosidade é baixa, também são mais adequados para instalação de bancadas em áreas externas.

O mármore é uma rocha metamórfica constituída por diferentes minerais como a calcita, dolomita, brucita, olivina. Sua aparência é mais uniforme do que o granito, apresentando alguns veios em sua extensão.

Foto: Mármore branco - Skbi

Pedra natural mole, com alta capacidade de absorção de líquidos e óleos, possui baixa resistência á riscos, abrasão e desgastes.

Sofre mais com a ação do tempo e á poluição, devem ser evitados em áreas molhadas , assim como devem ser evitados em áreas externas.

Limestone é uma pedra natural calcária composta por calcite mineral de textura aveludada e com pouco brilho.

Na maioria das vezes esse material é importado, pode ser utilizada em ambientes internos e externos, desde que sombreados.

Foto: Bancada de limestone - Granite Surface

Seu índice de absorção de líquidos é alto, então é aconselhável não utilizá-los em áreas molhadas como banheiro e cozinha.
 Caso decida pela sua utilização mesmo assim, será necessária uma impermeabilização bem cuidadosa. Não é um material resistente á manchas e atrito, á produtos ácidos, oleosos e tintas, nem a riscos de metais.
 Assim, quando em contato prolongado com café, vinho, limão ou laranja, azeite ou maquiagem não resistirá e poderá manchar. Seu valor de compra é mais próximo das outras pedras naturais, embora alguns padrões sejam importados.

PEDRAS ARTIFICIAIS

Se sua escolha for pela sustentabilidade o material de sua preferência poderá ser as pedras compostas ou industriais, que são constituídas por partículas de mármore, granito triturado, areia de quartzo ou cristais de vidro, acrescidas de resinas de poliéster e outros agentes aglutinantes.

O mármore composto é produzido a partir de mármore natural  e de resina de poliéster.

Foto: Mármore composto - BOL

Com o acréscimo dessa resina de poliéster ás pedras naturais conseguiu-se um produto com uma resistência muito maior, além disso, a capacidade absorção de líquidos se reduziu consideravelmente, sua cor e textura ganhou uniformidade desaparecendo os veios existentes nas pedras naturais.

Não é indicado para uso externo com exposição prolongada de intempéries, nem em cozinha e laboratórios expostos á ácidos e produtos químicos.

O granito industrial ou composto é constituído de quartzo, granito natural e resina de poliéster, além de pigmentos coloridos que proporcionam ao material características próprias, também denominado de quartzo de alta performance.

Foto: Granito composto - Imagran-mg

Possui superfície não porosa e alto grau de dureza, em conseqüência, seu índice de absorção de líquidos é baixo e é alta sua resistência á abrasão, desgaste e risco. 
Podemos encontrá-lo em um variado catálogo de cores e tipos de acabamento.

As pedras artificiais produzidas com cristais de vidro possuem como principais características: brilho intenso, durabilidade e absorção de água nula. 

As pedras artificiais são produtos de alto custo, visto que muitas delas não são fabricadas por aqui.

O Corian® é produto importado, composto de resina acrílica e minerais naturais, é um material que pode ser trabalhado como uma madeira dura, bastante resistente ao uso diário, sua higienização é fácil por não ser poroso e ser fabricado sem emendas e com os cantos arredondados.

Foto: Corian®

Em bancadas de cozinha é preciso cuidado com utensílios muito quentes em sua superfície que podem queimá-lo, caso ocorra sua superfície pode ser renovada com polimento profissional. 
Possui uma imensa variedade de cores e podem ser opacas ou translúcidas. 

Existe uma grande variedade de cubas que quando coladas sob tampo de mesmo material dão um aspecto de continuidade e não deixam frestas que podem acumular água e sujeira.
É um material de alto custo ficando em torno de R$2500,00/m².

AÇO INOX

Foto: Aço Inox - HGTV

Fabricadas em aço AISI-403 e em acabamento escovado este material é bastante resistente á oxidação e á corrosão, é de fácil limpeza e baixa porosidade e por isso muito utilizado em cozinhas industriais, hospitais e cozinhas gourmets.

Possui durabilidade e resistência á altas temperaturas, mas risca facilmente, assim, na hora de realizar a limpeza é preciso  usar esponjas de plástico e detergentes neutros.

As bancadas de inox são fornecidas também com seus acessórios, ou seja, pia, lixeira e escorredores numa única peça.

Os valores de uma bancada de aço inox é bastante variável, mas é normalmente maior do que as bancadas de pedra natural.

MADEIRA
Se você busca um ambiente mais rústico, que lhe traga aconchego e conforto, as bancadas de madeira podem ser uma opção.

Foto: Bancada de madeira - Docxie

Porém, é preciso cuidado para usá-la em áreas molhadas, a madeira precisa ser impermeabilizada, pois absorve líquido e óleo com facilidade, sua resistência a impacto é baixa, panelas muito quentes e objetos pontiagudos podem deixar marcas definitivas.

 Será preciso cuidado redobrado ou optar por ela somente se o local for de uso esporádico para maior durabilidade
Sua instalação é fácil, se o produto for importado seu preço será mais alto.

CONCRETO
Quer um material com marcas e imperfeições e ainda de custo mais baixo? 
Use o concreto. O concreto é de fácil instalação, a pia pode ser moldada junto á bancada, mas tudo deve ser finalizado com resina seladora ou vernizes. 

Foto: Bancada concreto - Revista Glamour


É necessário um profissional competente para que ela fique bem acabada.
Este tipo de bancada pode sofrer rachaduras ainda antes do uso diário, durante seu processo de cura. 
Com o tempo pode acumular umidade e ficar escura. 
Sua higienização não é fácil.

CERÂMICA OU PASTILHA

Para sair do lugar comum de bancadas de pedras natuarais e artificiais, ou aço inox, podemos também revestir bancadas de concreto ou alvenaria com cerâmica ou pastilha.

A dica aqui é a seguinte: a execução desta base deve ser feita já com a definição do revestimento, ou seja, cerâmica ou pastilha para se evitar o corte das peças.

Foto: Bancada cerâmica - Blog Dicas do Novo Apê

Esta bancada possui baixa absorção de líquidos desde que sua aplicação seja feita com rejunte acrílico ou resinado. Possui boa resistência á riscos, abrasão e desgastes, também é de fácil higienização.

A diversidade de pastilhas e cerâmicas quanto á acabamento e cor é imensa e seu custo será proporcional ao  tipo que escolher, podendo ser bastante variado o seu valor.

Para ter uma bancada bem acabada contrate um profissional que seja especializado para este serviço.

Foto: Bancada pastilhas - Blog Dicas do Novo Apê

Tem mais sobre bancadas aqui.

Fonte: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário