1

Janelas acústicas - Mais silêncio dentro de casa

Elyzia Rodrigues | 9.6.15 | | | | |
Todos nós sabemos que o ruído em excesso afeta nossa qualidade de vida , nossa saúde, nosso comportamento social e nossa produtividade e que hoje vivemos em cidades onde o excesso e a intensidade dos ruídos produzidos é cada vez maior e mais constante ao longo do dia.

Foto: Janelas Acústicas

Esse excesso de barulho acontece em qualquer lugar que a gente esteja, no percurso até o trabalho, no trabalho, nos restaurantes, nos shoppings, em igrejas e hospitais...

Aí a gente imagina que quando chegarmos em casa ficaremos livres de todos esses ruídos que beiram o insuportável, mas eis que temos que encarar a dura realidade: não é bem assim...

Os apartamentos construídos nos últimos anos não foram projetados seguindo regras mínimas de conforto acústico, ou seja, por menos barulhento que seja seu vizinho, os ruídos cotidianos que ele produz também incomodam, pois as lajes e paredes não foram construídas com espessura suficiente para absorver o som produzidos, são extremamente finas.

Foto: Voz Ativa - Ouro Preto

Além disso,  ruas tranquilas também não são mais tão comuns, e as janelas com vidros muito finos e caixilharia com pouca robustez não conseguem diminuir minimamente os ruídos produzidos na rua que chegam dentro do nosso apartamento.

Ainda bem que em 19 de julho de 2014 foi publicada a NBR 17.575 - Desempenho das Edificações que estabelece parâmetros técnicos para vários requisitos importantes de uma edificação, como desempenho acústico, desempenho térmico, durabilidade, garantia e vida útil, e determina um nível mínimo obrigatório para cada um deles.

Mas desse assunto trataremos com mais detalhes numa postagem futura.

Mas e como ficamos nós que não fomos agraciados com essa norma? 
Como resolver o problema de ruídos com o que temos hoje em nossos apartamentos?

Foto: Acital

É difícil resolver tais problemas, porque muitas vezes eles não vêm só de fora, eles também são produzidos pela própria estrutura ou pelas tubulações.

As janelas acústicas podem ser uma das muitas soluções em que podemos investir para minimizar os ruídos externos.

É importante entender que o isolamento acústico tem a função de criar barreiras físicas para a passagem de ar, o que reduz a entrada e saída de som de um ambiente.

Foto: Atenua Som

Antes de tomarmos a decisão de instalar janelas acústicas temos que definir o tipo de instalação que teremos condições de fazer.

São dois os tipo de instalação, embutida e sobreposta.

A instalação embutida consiste na troca da janela existente por uma janela acústica ou anti-ruído, como é conhecida comercialmente, com as mesmas dimensões da janela da anterior. 

No caso de casas a substituição é mais fácil pois não há regulamentos internos a serem obedecidos e a interferência na estética pode ser bem resolvida pelo arquiteto, que terá nesse caso uma variedade maior de possibilidades e soluções. 

Foto: Atenua Som

Porém, em caso de apartamentos, antes de se fazer essa substituição será preciso verificar nas normas e regulamentos internos do condomínio o que é orientado sobre o assunto. 

Na maioria dos casos não é permitida a substituição.

Além disso, a substitutição de esquadrias demandará outras providências, pois se trata de uma intervenção civil, para melhores esclarecimentos veja a postagem Comprei um apartamento... E agora? 

Se é este o seu caso a instalação a ser feita será a sobreposta. 
A instalação sobreposta consiste em instalar internamente a janela acústica sobre a janela existente sem quebra de alvenaria. 

Foto: Atenua Som

As janelas acústicas também vão variar de acordo com a capacidade de isolamento de ruídos:

  • Janelas de vidro duplo - feita com duas lâminas de vidro com uma camada de ar entre elas.

  • Janelas de vidro triplo - feita com duas lâminas de vidro, uma camada de ar e outra lâmina de vidro.

  • Janelas de vidro quadrúplo - feita com duas lâminas de vidro, uma camada de ar e outras duas camadas de vidro


No caso de apartamentos o mais usual são janelas com vidros triplos ou quadrúplos que conseguem garantir um isolamento melhor. 

As janelas acústicas, de 3 e 4 camadas de lâminas de vidro, têm uma espessura de 7,0 a 8,0cm, ou seja, essa medida deve ser levada em consideração pois pode interferir com o que já existe no ambiente.

Foto: Atenua Som

Por exemplo, se a janela existente tem uma medida de 150x120cm e está rente á parede interna, a janela acústica terá dimensão de 164x134cm, além de avançar pra frente, na medida citada acima.

No caso de peitoris internos, a janela acústica poderá ser instalada no vão, tendo assim a mesma medida da janela existente.

Foto: Atenua Som

O mesmo procedimento pode ser feito com portas de varanda, um porta acústica pode ser instalada sobreposta internamente na porta existente.

Foto: Atenua Som

Já para as portas de entrada do apartamento, o ideal é a substituição da porta existente, que normalmente não é maciça, por uma porta acústica maciça recheada com lã de rocha,  manta de borracha de alta densidade, dupla vedação no batente e contra batente, além de vedação entre o piso e a porta para impedir a passagem de ruídos pelo vão inferior. 



Neste caso, é comum as normas e regulamentos do condomínio não terem restrições, mas não faça a troca sem ter certeza disso.

Se quer minimizar os ruídos em seu apartamento fazendo a instalação de janelas acústicas procure uma empresa especializada nesse tipo de serviço, algumas fazem a medição dos sons que chegam ao seu apartamento fornecendo com mais precisão a janela ideal pro seu ambiente.

E se ainda não comprou seu apartamento ou se pretende mudar para outro, fique atento a essa característica, pois ela também é muito importante na hora de investir num imóvel.

Fonte:

Um comentário: