5

Tijolos de vidro - Uma opção sustentável

Elyzia Rodrigues | 2.12.14 | | | | |
Entre as décadas de 1930 e 1940 os blocos ou tijolos de vidro foram um dos elementos fundamentais na arquitetura brasileira, pois isolavam o calor, os ruídos, permitiam a entrada de luz e garantiam a privacidade.
Foto: Leonardo Finotti
 Banco Boa Vista - Rio de Janeiro - 1946  Arquitetura: Oscar Niemeyer

 Nos anos de 1940, a construção de paredes com tijolos de vidro exigia mão-de-obra especializada. A argamassa que utilizamos hoje é derivada da argamassa utilizada na época, porém seus componentes foram aprimorados. 

Em muitas obras do período modernista brasileiro e em muitas obras do arquiteto Oscar Niemeyer, por exemplo, apresentam esse elemento como de sua concepção.

Foto: Pizzinatto
Casa - Texas - EUA - 2013  Arquitetura: Bercy Chen - Auatin 

Hoje em dia os tijolos de vidro não estão mais na crista da onda como um dia já estiveram. 
Atualmente o uso de painéis em vidro liso é mais comum, porém os tijolos de vidro continuam sendo uma excelente escolha pra quem quer um ambiente iluminado com luz natural, com conforto acústico e com mais privacidade que os painéis de vidro conseguem fornecer.

Além do mais, os tijolos de vidro são elementos bastante duráveis, pois não necessitam de manutenções freqüentes como as paredes de alvenaria convencional.

HISTÓRIA
Anteriormente denominado como vidro celular, os blocos de vidro vêm sendo utilizados há mais de cem anos como um material de construção pela arquitetura, onde a transparência e a durabilidade são seus aspectos mais importantes.

Foto: O Tempo
Casa Alberto Dalva Simão - BH - 1954  Arquitetura: Oscar Niemeyer

Na Europa, durante o século XIX, com o progresso da indústria da construção houve o desenvolvimento de outros materiais como o aço e o ferro fundido substituindo o uso predominante da madeira e da pedra. Foi nesse mesmo período que a indústria desenvolveu a eficiência na produção do vidro fazendo surgir o interesse em blocos de vidro.

Também conhecido como tijolo de vidro, nome ainda muito utilizado, os blocos de vidro são fabricados em formas retangulares ou quadradas para construção de paredes. 

Os tijolos de vidro eram freqüentemente utilizados para esconder as atividades que aconteciam no interior de escritórios, oficinas e estações de trem e metrô, porém com o passar do tempo foram desaparecendo por causa de problemas de vedação que causavam sérios vazamentos ás edificações.


Foto: Artedia/Leemage - Les Echos
Maison de Verre - Paris - 1932

Nos anos de 1970, com o surgimento de uma gama cada vez maior de materiais de construção, os tijolos de vidro perderam muito do seu espaço no mercado da construção, porém nos anos de 1990 voltaram a ter uma popularidade maior.

Hoje em dia, com a evolução na forma de sua fabricação, com o desenvolvimento dos aditivos de vedação mais  eficientes, por ser um material de fácil instalação e por causa do aparecimento simultâneo da filosofia “Do it yourself” – DIY (“Faça você mesmo”) paredes de tijolos de vidro têm sido vistos nas novas construções de forma freqüente, principalmente no interior das edificações.

Foto: Leroy Merlin

FABRICAÇÃO
Em época de economia de energia, aproveitar a luminosidade natural é uma estratégia muito importante e utilizar os tijolos de vidro é garantir a entrada de pelo menos 75% desta luminosidade natural em seu ambiente interno.

O tijolo de vidro é composto a partir de restos de vidro, areia especial (sílica), carbonato de sódio e calcário. 
A partir desse composto se formam duas peças de vidro que são fundidas entre si a altas temperaturas criando entre essas duas peças uma camada de ar totalmente protegida das variações externas.

Foto: Glass Blocks

O processo de fabricação garante que os tijolos de vidro tenham alta precisão dimensional possibilitando que se encaixem perfeitamente uns aos outros evitando assim paredes com tijolos deslocados entre si, fora do prumo ou abauladas. 

Para entender melhor como é a fabricação do tijolo de vidro veja esse vídeo produzido pelo canal Discovery Channel que encontrei no Youtube: Tijolos de vidro.

CARACTERÍSTICAS
O ar rarefeito no interior dos tijolos de vidro faz com esse material seja um excelente isolante termo-acústico, pois ajuda a reduzir consideravelmente a propagação de vibrações sonoras, além de também reduz a transmissão de calor através da condução ou da convecção.


Foto: Grande Mercado 

Os tijolos de vidro, tal como a maioria dos vidros são resistentes á poeira, maresia, poluição e produtos de limpeza. Sua transparência pode durar anos.

As dimensões dos tijolos de vidro são variadas, podemos encontrar diferentes larguras, comprimentos e espessuras: 19x19x8cm, 24x24x8cm, 30x30x10cm, 33x33x12cm ou 42x42x12cm.

Foto: Casa&Construção

Os tijolos de vidro podem ter acabamento liso, ondulado, em bastonete. Podem ser incolor, colorido, versões metalizadas, translúcido ou jateado.


Foto: Ibravir

Seu peso por unidade é no mínimo 2,5Kg e 17,0Kg/m² na parede construída.

Podem ser blocos fechados ou blocos vazados, estes permitem a passagem de ar além da passagem de luminosidade entre os ambientes.





Foto: Reforma Fácil

Qualquer que seja o tipo de acabamento escolhido, em todos eles a privacidade é garantida, pois mesmo tendo acabamento liso só permite a visão da silhueta de pessoas e objetos.

E a luminosidade que entra é sempre difusa, nunca direta como nos painéis de vidro liso. 

Foto: Laje Ecológica

É importante salientar que os tijolos de vidro não são elementos estruturais, embora se caracterizem por boa resistência á compressão é necessário o uso de vigas e pilares na construção de paredes de grandes dimensões e o uso de vergalhões internos com espessuras maiores.

Não suportam excesso de cargas. 

Foto: LonieMae

A construção de uma parede com tijolos de vidro se faz através de argamassa específica  (Bloco de vidro Quartzoliti é mais conhecida), espaçadores, cimento branco e vergalhões horizontais e verticais. 

Foto: Sobrado de Ideias

Uma dica importante: em construções entre vãos de alvenaria convencional deve-se ter um vão na  medida exata resultante da soma do número de blocos a serem instalados.

Caso a parede de tijolos de vidro que esteja construindo não esteja entre paredes de alvenaria será necessário proteger as quinas dos tijolos de vidro fazendo uso de acabamento com espala de pedra (mármore e granito) ou madeira. 

Existem também acabamentos de tijolos arredondados que garantem uma boa proteção. 

Foto: Casa Grátis

Os tijolos de vidro podem ser instalados tanto interna como externamente, obtendo formas retas ou curvas, criando movimento e jogos de luz e sombra.

O custo* dos tijolos de vidro pode variar bastante dependendo do modelo que escolher.
Normalmente ele é vendido em unidade e pode variar entre:
R$7,00/unidade e R$9,00/unidade para blocos incolores, ou 
R$17,00/unidade e R$24,00/unidade para blocos vazados.
*Estes valores são referentes á data da postagem.

Foto: Habitissimo

Enfim, sol em doses moderadas, ventilação, economia de energia ao longo do dia, possibilidade de criar efeitos e sensações agradáveis fazem dos tijolos de vidro uma boa opção de uso no seu projeto, embora seu custo possa ser maior vale a pena considerá-lo em todas as suas vantagens. 

Por fim, como curiosidade vale ver este vídeo da Optical Glass House que vi no site: 

As postagens abaixo também podem ser bem interessantes pra você:



 Fonte:



5 comentários:

  1. Excelente!Vou usá-los para aproveitar ao máximo a iluminação natural aqui em casa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Paulo Henrique! Qualquer dúvida, estou por aqui.

      Excluir
  2. Ola ..boa noite . Excelente matéria , parabens . Por gentileza , gostaria de substituir 3 telhas eternit por tijolos de vidro . Gostaria de saber se eles aguentam chuva ou até mesmo chuva de granizo.Desde já agradeço a atenção.

    ResponderExcluir
  3. Olá...Tenho uma parede de blocos de vidros que divide minhas salas...gostaria de colocar no meio desta parede um aquário com peso aproximadamente de 90 litros...ele suporta.

    Grato e aguardo respostas.

    Gustavo Leite
    gustavoadolfo46@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu quero fazer UMA BASE, PARA MEU COOK TOP, SERÁ QUE AGUENTA O PESO ?

    ResponderExcluir