0

Como escolher móveis para piscina

Elyzia Rodrigues | 13.9.16 | | | | |
Nas postagens anteriores falamos sobre o tipo de piscina ideal para cada situação, mas para a diversão ser garantida temos que pensar em outros itens como o mobiliário, por exemplo.

Os móveis para piscina devem ter além de conforto, durabilidade e bastante resistência á agua e ao sol.

Foto: Essência Móveis

Existem no mercado móveis para piscicna de diferentes materiais.

Espreguiçadeiras, conchas, conjunto de sofás e mesa com cadeiras, mesa de centro e aparadores, carrinhos de bar/lanche ou banqueta.

Os móveis para piscina podem ser encontrados em quatro opções: alumínio, ferro, madeira, fibras naturais e plástico.

Cada um deles com suas respectivas características e custo, para fazer a escolha será precisa compatibilizar as suas necessidades, as condições de uso e o quanto você pode investir.

ALUMÍNIO

Os móveis para piscina de alumínio são bem resistentes às ações do sol e da chuva e não precisam de grandes cuidados, está é sua principal vantagem: a durabilidade.

Os móveis costumam ser leves e fáceis de carregar, o que possibilita que qualquer pessoa possa mudá-los de lugar sem grande esforço.

Foto: Butzke

São encontrados no mercado em diferentes versões: polidos, foscos ou pintados de diferentes cores com tinta eletrostática.

Os móveis para piscina de alumínios costumam ser comuns nas áreas de piscina de muitos projetos, principalmente os que possuem a tela sling, um tecido de PVC com resina anti- UV.

As espreguiçadeiras de alumínio com tela sling são ótimas opções pois duram bastante, são fáceis de carregar, aguentam muito peso e água do corpo escorre facilmente por ela.

Foto: Arte Objeto

Para conservar a tela por mais tempo é aconselhável usar cera automotiva para impermeabilizar e dar brilho. 

Porém, quando precisar fazer a troca do tecido não é preciso trocar todo o mobiliário se a estrutura ainda estiver bem conservada, pois existem no mercado empresas que fazem essa substituição.

FERRO 

Os modelos de móveis para piscina de ferro são elegantes e duram décadas se bem conservados.

Porém, se você mora á beira mar, esse tipo de material não é a melhor opção por causa da ação da maresia, peças nesse tipo de ambiente precisam de uma manutenção constante, o que nem sempre é viável.

 Foto: Fashion  Pill

Os móveis para piscina de ferro costumam ser mais caros, mas permitem um design, elementos decorativos, tramas e detalhes que vão fazer toda a diferença na peça.

Apesar de ser um móvel feito com um material de maior durabilidade é preciso tomar algumas precauções periodicamente para evitar a ferrugem.

Foto: Arquitetura & Decoração

Primeiramente dê preferência para os móveis de ferro galvanizado, pois são mais resistentes, depois é necessário passar esmalte protetor de ano em ano para garantir a sua conservação.

MADEIRA

Os móveis para piscina de madeira conferem ao projeto beleza, sofisticação, aconchego e sobriedade.
No mercado há móveis em madeiras como jequitibá, freijó, camaru, teca ou jatobá.
São resistentes, duráveis e conseguem resistir bem á maresia.
Mas... Nem tudo é perfeito!


Foto: Moda & Conforto

Sua grande desvantagem é a manutenção constante.

Para proteger os móveis de madeira é aconselhável o uso de vernizes de preferência aqueles que penetram profundamente na madeira, evitando rachaduras, trincas e a formação de bolhas, além de proteger contra fungos, raios solares e dos defeitos da água, que provocam envelhecimento precoce, o desbotamento e a deterioração.



Foto: Westwing

Independente do material do móvel que escolher comece a fazer a restauração imediatamente após observar que o móvel começa a soltar tinta, trincar ou amarelar.

FIBRAS NATURAIS

Os móveis para piscina de de fibras naturais são feitos a partir de vários feixes entrelaçados, o que lhes dá mais resistência, é a característica de cada fibra que determina se os trançados serão maiores, caso de fibras mais resistentes ou menores, caso de fibras menos resistentes.

 Foto: Revista Casa & Construção

A fabricação dos móveis é feita através de um processo de desidratação, onde elas ficam bem secas e firmes, algumas fibras precisam ser cozidas em água quente para amolecer, outras não aceitam nenhum tipo de prego para fixação, somente parafusos e cola, para ganharem cor, são tingidas antes da composição das tramas, que darão origem às peças de mobiliário, só depois são trançadas e tratadas, os móveis precisam passar por um tratamento contra pragas e impermeabilizante.

Não é recomendado deixá-los expostos à chuva, que compromete a durabilidade. Por ser porosa, a fibra tende a absorver água, diminuindo sua resistência.

Foto: Construindo Minha Casa Clean

O verniz comum, de poliuretano e de poliéster são opções para fortalecer o acabamento.

Mas é fundamental refazer essa proteção uma vez ao ano ou no máximo dois, e utilizar estofamentos com tecidos especiais para uso em áreas externas.

A limpeza dos móveis para piscina de fibras naturais pode ser feita com um pano seco e escova macia, já que as fibras tendem a não acumular tanta poeira. 

PLÁSTICO

Os móveis para piscina de plástico são os mais simples e a sua principal vantagem é o preço.

É preciso ressaltar que a vida útil desse tipo de material tem aumentado bastante, principalmente porque as empresas passaram a criar móveis plásticos com resina anti-UV e antioxidante, o que os tornam mais resistentes às intempéries.

Foto: Essência Móveis

Os móveis para piscina mais comuns nesse material são mesas, cadeiras e espreguiçadeiras.

Uma boa dica são os móveis de plástico que imitam as fibras rattan.

Este é um material feito de plástico reciclado e pode ser encontrado imitando cores amadeiradas e escuras.

Apesar de serem resistentes, os móveis para piscina em fibras sintéticas podem sofrer alteração de cor, clareando ou amarelecendo quando expostos às intempéries ou à água clorada por prolongados períodos.

Foto: Blog Praias

Para aumentar a conservação as peças devem ser protegidas com capas especiais para áreas externas sempre que estiverem fora de uso.

Independente do material utilizado na fabricação dos móveis para piscina evite usar produtos abrasivos ou químicos.

Como pode ver existem várias opções de mobiliário para a sua piscina,  a partir de agora é só avaliar a ideal para você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário