0

Você sabe o que é Cordwood?

Elyzia Rodrigues | 31.10.17 | | | | | |
É comum nos depararmos com técnicas construtivas atuais que na verdade remontam de tempos bastante antigos, a técnica de construção cordwood (construção com lenha) é uma delas. Sua origem data de milhares de anos atrás, especialmente em lugares como a Grécia e Sibéria.

 Foto: Minha Casa

Durante a Grande Depressão ocorrida nos Estados Unidos nos anos de 1930, a técnica teve um breve período de popularidade em razão dos materiais de baixo custo e da facilidade de construção.

A construção cordwood utiliza como material principal troncos de árvores, cortados entre de 20 a 50 cm de comprimento, dependendo da largura das paredes. Essa dimensão pode ser bastante econômica se forem utilizadas árvores provenientes de podas ou quedas.

No Brasil há muita madeira descartada nos procedimentos da construção civil. Uma dica importante é que ao reutilizar madeiras de sobras de outras obras, vale verificar se essa madeira foi tratada e qual produto foi usado no tratamento. A maior preocupação é a infiltração de arsênico e cromo sobre as superfícies da madeira, que podem contaminar seres humanos e animais.

Foto: Arquitete suas Ideias

Madeiras arejadas e menos densas são mais adequadas porque elas encolhem e expandem em proporções menores do que madeiras densas, mas independentemente da espécie arbórea, toda a madeira deve ser descascada antes do início da construção.

Embora se possam utilizar diferentes tipos de árvores, não é aconselhável, de modo nenhum, a utilização de madeira já semi-apodrecida ou mesmo de árvores pouco resistentes ao apodrecimento

Existem diferentes receitas para mistura de argamassa:

Uma delas é feita com 9 partes de areia, 3 de serradura, 3 de cal de construção (não agrícola), e 2 de cimento Portland. A cal de construção cria uma parede mais flexível e respirável. O cimento Portland se liga quimicamente na argamassa e pode ser tanto do tipo I ou II.

Outra receita pode ser feita com 3 partes de areia, 2 serragem encharcada, 1 de cimento Portland e 1de cal hidratada. Esta tem a vantagem de cura mais lenta, porém, resulta em uma aparência com muito menos craquelamento.

 
Foto:Pinterest

Na técnica de cordwood, um bom isolamento da casa depende de uma variedade de fatores, tais como a espessura da parede, o tipo de madeira usada e também a receita da argamassa utilizada.

No entanto, o preenchimento do espaço entre as duas camadas de argamassa (exterior e interior) das paredes tem também um papel muito importante na eficiência térmica do interior das habitações.

A escolha desse preenchimento depende do poder de investimento do construtor, podem ser mais sofisticados como a lã de vidro, vermiculita, poliuretano expandido ou quando se pretende uma solução mais econômica e mais ecológica, utilizar serradura, jornais velhos ou mesmo palha.


Foto: Cordwood Construction 

Casas cordwood podem ser construídas com custo inicial menor do que as casas de madeira padrão, de tamanho equivalente, se o trabalho for feito principalmente pelo proprietário, coma ajuda de amigos e familiares.

Se uma parede cordwood for construída com cuidado e boas práticas, ela vai exigir menos manutenção a longo prazo e também pode ser construída com menor custo. Porém, se for mal construída e sem o isolamento suficiente, os custos de aquecimento poderão tornar-se maiores do que numa casa tradicional.

Como em todos os métodos de construção, na técnica cordwood planejamento é fundamental. A madeira que será utilizada na construção deve estar completamente seca para evitar dilatações e consequentes rachaduras no conjunto.

Foto: Casa Fã

Depois do corte, a madeira é descascada, com secagem determinada entre 1 e 2 anos, antes de serem cortados pedaços iguais em comprimento, para que seja mantido um padrão estético.

As fundações, feitas em concreto, devem ficar acima do nível do solo em cerca de 30 a 50 cm.

Uma casa cordwood deve amplos beirais de modo a manter as paredes secas e impedir o aparecimento de fungos. Se as extremidades são mantidas secas e bem arejadas, os troncos vão envelhecer sem problemas.

Para proteger a madeira é aconselhável revestir as suas extremidades com óleo de linhaça, ou deixar os troncos nivelados com a argamassa para posterior impermeabilização. Com o tempo, é normal as juntas dilatarem ganhando fendas, mas estas podem ser corrigidas com uma calafetagem de manutenção.

 Foto: Archdaily

O cordwood vem sendo utilizado para criar obras mais modernas, como é o caso do Arcus Center do Studio Gang Architects, que mistura a técnica com outros métodos construtivos.

Se quiser ser o primeiro a receber as postagens que a gente publica, cadastre o seu e-mail no botão “Acompanhe”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário