2

Cerâmica extrudada - Econômica e fácil de assentar

Elyzia Rodrigues | 16.11.16 | | | | |
Não é nenhuma novidade que em se tratando de revestimentos há uma variedade enorme de materiais, só aqui na página já falamos de pastilhas, cimento queimado, ecogranito, piso cimentício, entre outros.

Fica cada vez mais difícil escolher um revestimento sem ficar em dúvida entre algumas alternativas que também nos atendam adequadamente quanto ao custo e características como durabilidade e resistência.

Foto: A&C Web
As cerâmicas são inegavelmente um dos revestimentos mais adequados para especificar para o seu projeto de arquitetura, pois são peças que apresentam grande versatilidade, resistência, durabilidade e manutenção mínima.

Há no mercado diferentes tipos de cerâmica que variam entre si de acordo com forma de fabricação, corte, queima ou material empregado.

Foto: Gail

A cerâmica extrudada é uma cerâmica feita por meio de uma massa composta de argila e diversas combinações e teores de caulins, quartzito, calcita, talco, dolomita, filito, feldspato, mais água.

Essa mistura alimenta a máquina extrusora por meio de pressão. A massa é compactada em uma camada a vácuo que reduz a presença de ar entre as partículas, de onde em forma de fita contínua é cortada conforme o tamanho especificado, ainda antes da queima.

 Foto: Rede Sagrado
Colégio Sagrado Coração de Maria

Depois, em um processo de prensagem, a peça é levada a queima em temperatura acima de 1200ºC.

Este processo de extrusão garante ás peças características como resistência ao atrito, baixa absorção de água, entre 0,5% e 0,3%, uniformidade de cor, de corte e esquadro das peças.

A cerâmica extrudada também conhecida como grês é um revestimento que apresenta maior resistência ao impacto, á produtos químicos, á manchas e contaminação por bactérias.



Apresenta ainda facilidade de limpeza e manutenção, durabilidade, alto desempenho térmico, suportando variações bruscas de temperatura e são antiderrapantes.

Como as medidas da cerâmica extrudada é rigorosamente controlada e calibrada, podem ser assentadas com juntas menores entre 4,0 mm a 6,0 mm, garantindo um alinhamento perfeito entre as peças, maior produtividade no assentamento e redução do uso de rejunte, com melhor relação custo/benefício.

Em peças prensadas os rejuntes variam entre 0,8mm e 10mm.

Foto: Gail 
Diferenças de características entre cerâmica extrudada e cerâmica prensada

A cerâmica extrudada por suportar as mais severas condições pode ser especificada para diferentes projetos, tanto os residenciais como piso externo e interno, áreas de lazer e beira de piscinas, como industriais, e também, hospitalares e comerciais, além de piso tátil para passeios públicos e fachadas ventiladas.

As dimensões e espessura da cerâmica extrudada varia de linha para linha e também de fornecedor para fornecedor.

A cerâmica extrudada apresenta garras cônicas que permitem maior fixação ao substrato, aderência química e contato, tornando seu assentamento mais seguro.

Foto: Dica da Arquiteta

O assentamento da cerâmica extrudada não tem grandes segredos.
De acordo com a arquiteta Marta Aroucha da Marta Aroucha – Arquitetura e Representação representante entre outras marcas, da cerâmica extrudada NBK Hunter Douglas, o assentamento não necessita de mão de obra especializada, mas é preciso atender ás normas sobre o assunto (NBR 13573, NBR13574 e NBR13575) e sempre atender á dupla colagem e ás instruções de manipulação e uso dos fornecedores de argamassa e rejunte.

Para um assentamento adequado das peças leia atentamente os catálogos de execução dos fabricantes.

Foto: Hunter Douglas

Com o tempo cada vez mais precioso que temos perdê-lo com limpeza de revestimentos do piso ou parede definitivamente não é uma boa escolha.

A manutenção da cerâmica extrudada também é simples, mas é preciso cuidado com materiais de limpeza á base de ácido clorídrico/muriático, pois atacam e danificam o rejuntamento, a manutenção ideal é feita somente com água e detergente neutro. Usar esponja macia na limpeza para evitar riscos.

Esse revestimento é ou não é uma alternativa interessante para usar em seu projeto?


Foto: Gail

Essa postagem também pode interessar:
O que é granilite?

Fonte:
Hunter Douglas
Gail
Cerâmcia São Luiz

2 comentários:

  1. A matéria ficou show! Destacou as características e benefícios de forma assertiva. Parabéns e aguardo mais postagens de conteúdo significativo para nossa área.

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou, Marta! Com certeza vamos fazer isso mais vezes.

    ResponderExcluir